Vagas por Província

VdE | Supervisor de Formação Profissional | CESAL

 


A ONG CESAL pretende recrutar para o seu quadro de pessoal um (1) Supervisor de Formação Profissional (M/F) para Cabo Delgado.

O Projecto

O projecto “Apoio à redução da desigualdade social para crianças, jovens e pessoas com diversidade funcional nos distritos de Ancuabe, Balama e Montepuez, Cabo Delgado” a ser implementado por um consórcio constituído pela CESAL, FRUTICAD e ADEMO (Associação dos Deficientes Moçambicanos) e financiado pela União Europeia.

Objectivo

O objetivo do projecto pretende reduzir as disparidades socioeconómicas, promovendo melhores serviços sociais, a participação de cidadãs e cidadãos na elaboração e monitoria das políticas públicas e o acesso ao emprego nos distritos de Ancuabe, Balama e Montepuez. Para isto é esperado atingir os seguintes resultados:

R1: Promovida a difusão de informação e o conhecimento legal e científico, o diálogo e a implementação de acções participativas sobre legislação (florestas, fauna bravia), boa governação da terra e dos recursos naturais, meio ambiente, mudanças climáticas, inclusão
social e género.

R2: Fomentada a aquisição de competências práticas, o empreendedorismo e incrementada a empregabilidade juvenil sustentável, resiliente e inclusiva destinada a jovens vulneráveis pela problemática global que assola Cabo Delgado ao longo do corredor Pemba-Lichinga.

O projecto tem uma duração inicial de 6 meses.

Funções/ Responsabilidades

O/A supervisor/a tem de garantir a supervisão e o apoio aos técnicos polivalentes de campo em cada distrito na planificação, na sensibilização e na implementação das atividades e ações planificadas no R2. As funções a desenvolver são, em particular as seguintes:

  • Elaborar planos de actividades e relatórios mensais, trimestrais e anuais consoante o cronograma de actividades;
  • Elaborar pesquisas e organizar a recolha de dados para medir indicadores do projecto, realizar o tratamento dos dados e monitorar o alcance de indicadores: monitoria & avaliação de projectos;
  • Realizar debates com diferentes organizações de pessoas com diversidade funcional (com deficiência) representadas em Cabo Delgado, sobre a falta de integração dessas pessoas nas escolas técnico-profissionais;
  • Apoiar as escolas profissionais no desenho de currícula de formação profissional mais inclusivos, adaptados às necessidades do mercado e com uma componente prática para a aquisição de competências;
  • Atualizar mensalmente da ferramenta de planificação, monitoramento e seguimento;
  • Organizar as fontes de verificação previstas;
  • Apoiar de uma maneira geral ao Coordenador/a do projecto na coordenação das atividades do projeto, na elaboração de relatórios narrativos a submeter às entidades financiadoras do projeto, e na implementação do plano de comunicação e visibilidade;
  • Apoiar nos processos de compras para as actividades a desenvolver.

Requisitos

  • Técnico de educação e/ou assistência social, com formação nível médio ou superior;
  • Experiência na implementação de projectos de cooperação para o desenvolvimento há pelo menos 5 anos: Especialmente em projetos de Educação técnica o similar;
  • Experiência comprovada na supervisão de equipas de trabalho multidisciplinares;
  • Familiaridade com as questões relacionadas com inclusão social, constitui uma vantagem;
  • Capacidade de gerir uma equipe e transmitir seu saber-fazer e seus conhecimentos;
  • Capacidade de comunicação oral e escrita e análise critica;
  • Autonomia e dinamismo. Boa capacidade de organização e planificação;
  • Línguas: Fluência em Português e domínio das línguas locais (Emakua e Shimaconde);
  • Habilidades e licença para conduzir mota;
  • Disponibilidade para deslocações dentro da província;
  • Bons conhecimentos de informática na óptica do utilizador (MS-Office, E-mail, Internet, etc.);

Exigências

  • Carta de Motivação;
  • Curriculum Vitae com pelo menos duas referências.

Notas: Indicar no assunto de email  “Supervisor/a formação profissioal_UE (qualquer correio recebido sem esta referência será rejeitado”. Os documentos devem estar redigidos em língua portuguesa. Apenas os/as candidatos/as selecionados/as para entrevista serão contactados/as. As mulheres são fortemente encorajadas a candidatarem-se

Sobre a Empresa

A CESAL é uma ONG com 30 anos de experiência, presente em 12 países, actuando em Moçambique desde 1997. Tem por objectivo “Promover o desenvolvimento humano das pessoas mais desfavorecidas do mundo, com base no património e experiência dos próprios beneficiários, envolvendo-os no nosso trabalho como verdadeiros protagonistas das suas vidas”. Como organização está comprometida com o factor humano nos processos de desenvolvimento, tendo como visão: “Ser uma ONG de Desenvolvimento dinâmica e inovadora, capaz de responder criativamente aos problemas sociais vinculados com a pobreza e a exclusão através de modelos integrais de desenvolvimento que geram a mudança de pessoas e o fortalecimento dos sujeitos sociais”.

Processo de Candidatura

Endereço: Rua 1° de Agosto, N° 253, Bairro Cimento, Pemba

FAÇA PARTE DO
NOSSO GRUPO DO WHATSAPP

Vagas Mais Procuradas

VdE | Recepcionista/ Assistente | Maputogal

VdE | Recepcionista/Secretária | Four H International

VdE | Técnicos de Venda | Time Investiment, Lda

VdE | Motorista | World Vision

VdE | Assistente Financeiro | jhpiego

VdE | (4) Representante de Vendas | TJ Consultants

VdE | COORDENADOR DE CAMPO |SOLIDARITÉS INTERNATIONAL

VdE | Oficial de Entrada de Dados | Associação Liwoningo

VdE | (11) Técnicos Comerciais | EMOSE- EMPRESA MOÇAMBICANA DE SEGUROS, SA

VdE | Secretário Executivo | N’weti