Vagas por Província

VdE | Assessor(a) de Genero | Ipas

 

Ipas Moçambique é uma organização não-governamental, sem fins lucrativos, a operar em Moçambique desde 2017, com sede em Maputo e escritórios provinciais em Nampula, Zambézia e Niassa, onde desenvolve em parceria com o Ministério da Saúde actividades que visam expandir o acesso aos serviços de saúde sexual e reprodutiva, aborto Seguro e VGB através da melhoria do ambiente de acesso aos serviços, fortalecimento dos sistemas de saúde, gerar e disseminar novos conhecimentos e fortalecimento das redes de apoio social para as mulheres e raparigas em idade reprodutiva.

No âmbito da implementação das actividades, pretende recrutar e contractar imediatamente, um(a) Assessor de Género, baseado na província de Nampula, que terá como principais responsabilidades, garantir a integração das abordagens específicas de género em todas as actividades implementadas pelo Ipas e pelos parceiros assistidos tecnicamente e beneficiários e orientar estrategicamente a implementação baseada em uma análise de gênero de SDSR e Cuidados Completos de Aborto. Fornece assistência para inovação técnica, lições aprendidas e boas práticas entre equipas regionais/nacionais, pessoal técnico em toda a organização e externamente para o campo. Esta posição também lidera os esforços de envolvimento da comunidade e redução das normas sociais nocivas tendo em conta as questões de género e participa no desenvolvimento de propostas de projetos, desenvolvimento de planos regionais e nacionais e garantir que as actividades planeadas do projeto são implementadas obedecendo os padrões definidos a nível Nacional.

  • DEVERES E RESPONSABILIDADES

Baseado(a) na província de Nampula, sob supervisão directa do(a) Gestor(a) Nacional de Programas, o(a) Assessor(a) de Género irá desenvolver as seguintes tarefas e responsabilidades:

  • Liderar a concepção e implementação da estratégia e planos do Empoderamento de Género e Violência Baseada no Género a nível do programa do país e outros stakeholders;
  • Assegurar que as questões de género sejam integradas nos objectivos estratégicos do projectos, quadros de resultados, planos de trabalho anuais, e que os objectivos e metas de Saúde Sexual e Reprodutiva e Aborto Seguro sejam bem integrados no contexto mais amplo do género;
  • Apoiar o pessoal e os parceiros a integrar o género na programação ao longo de todo o ciclo do projecto, incluindo a implementação de abordagens, ferramentas e recursos sobre a integração do Género nos sistemas de Governação, reforço institucional e intervenções de expansão de acesso a serviços de Saúde Sexual e reprodutiva e de Aborto Seguro ;
  • Assessorar na condução de análises e estudos qualitativos e quantitativos do género para compreender questões relacionadas com o género que afectam mulheres, homens, raparigas e rapazes no acesso a serviços de Saúde Sexual e reprodutiva e de Aborto Seguro para propor soluções que incluam a forma como os homens podem fazer parte da realização da igualdade do género e a redução das disparidades de género;
  • Promover a análise de dados e sintetiza informação sobre questões de género no acesso à serviços de Saúde Sexual e reprodutiva e de Aborto Seguro incluindo as melhores práticas e tendências emergentes;
  • Desenvolver agendas e conteúdos de workshops sobre Empoderamento de Género e Violência Baseada no Género, e facilita-os ao pessoal e parceiros;
  • Apoiar a equipa do programa e a equipa de M&E na concepção e revisão do quadro de resultados de acordo com a análise de género e os princípios de sensibilidade ao género, bem como incorporar indicadores desagregados por género em todas as secções/componentes do programa
  • Elaborar e rever documentos (relatórios, planos de acção e produtos de comunicação) com uma perspectiva de género.
  • Contribuir para a o desenvolvimento, disseminação e implementação de normas e directrizes nacionais e materiais formativos sobre serviços de Saúde Sexual reprodutiva, Violência Baseada no Género, interseção entre SSR e Mudanças climáticas, contracepção e Aborto, e violência Baseada no Género;
  • Representar Ipas nas reuniões provinciais de coordenação e ocasionalmente a nível nacional sempre que necessário devendo garantir a integração da abordagem de género e apresentar o impacto do trabalho do IPAS nas províncias de intervenção.
  • Planificar e organizar avaliações de contexto de género da província e identificar necessidade de capacitação para fortalecimento do programa abrangentes na perspectiva de género, violência baseada no género, e DSSR incluindo suporte programático para melhoria da cadeia logística de medicamentos essenciais e monitoria e avaliação dos principais indicadores do programa com vista a melhoria da prestação de serviços de assistência as vítimas de Violência Baseada no Género;
  • Garantir fortalecimento dos Centros de Atendimentos Integrados para as vítimas de VBG e assegurar que as abordagens, intervenções e os serviços são prestados obedecendo os padrões de qualidade e manter uma relação de mentoria para garantir que as melhores práticas estão a ser implementadas para melhorar o desempenho;
  • COMPETÊNCIAS E EXPERIÊNCIA REQUERIDA
  • Profundos conhecimentos, experiência e competências de género requeridos
  • Fluência em Português e Inglês
  • Capacidade comprovada de liderar e motivar equipas e criar um ambiente de trabalho positivo, incluindo através de supervisão solidária, comunicação forte, abordagens de liderança não hierárquica, e modelação dos valores fundamentais do IPAS.
  • Capacidade e empenho na boa gestão dos fundos, incluindo fortes competências no planeamento do trabalho, orçamentação, Monitoração financeira e resolução de problemas orientados para os dados.
  • Capacidade de guardar sigilo profissional e alto sentido de responsabilidade;
  • Capacidade comprovada de construir relações de trabalho positivas com Educação
  • Licenciatura em ciências humanas, sociais e áreas afins (Sociologia, Antropologia, Psicologia, Saúde Pública).
  • Qualificação pós-graduada em género e diversidade ou áreas afins é uma vantagem
  • Experiência
  • 5-7 anos de experiência na implementacao de Projectos na integração da perspectiva de género e ao trabalho da diversidade
  • Experiência de trabalho em contextos de baixos recursos, com conhecimento específico de formação, desenvolvimento curricular de programas na componente de género e violência baseada no Género.
  • Compreensão geral da perspectiva de género em Moçambique
  • Excelentes habilidades escritas e faladas em inglês necessário
  • Fortes habilidades de escrita e edição
  • Habilidades de software de computador Strong (especialmente na plataforma Microsoft)
  • Qualificações preferenciais
  • Especialista de género, desenvolvimento internacional ou área conexa
  • Experiência de trabalho a nível distrital
  • Experiência de realização de formação e avaliações
  • Experiência de trabalho com projectos no âmbito de Saúde Sexual e Reprodutiva
  • Experiência a trabalhar numa organização sem fins lucrativos
  • Formação ou experiência de gestão
  • Competências de conceção e gestão de projetos
  • Ambiente de trabalho
  • Capacidade de viajar até 40% internamente
  • equipas internas e parceiros externos
  • CANDIDATURA

Os candidatos interessados devem apresentar as propostas em documentos separados ou únicos, em formato PDF, para o endereço de e-mail procurementMZ@ipas.org com cópia para zacariasc@ipas.org, devem indicar o assunto do e-mail “Ipas Candidatura – Assessor(a) de Género ”, até o dia 28 de Outubro de 2022 as 17:00. Candidaturas incompletas não serão consideradas. Documentos a apresentar:

  • Carta de manifestação de interesse;
  • Curriculum Vitae (Incluir 3 referências profissionais) e, se possível, certificados de trabalho; Apenas candidatos pré-selecionados serão contactados

NOTA

O IPAS está fortemente empenhado em proporcionar um ambiente de trabalho livre de todas as formas de assédio, discriminação e desigualdade. Recrutamos, empregamos, treinamos, promovemos e compensamos o nosso pessoal independentemente de raça, idade, sexo, religião, origem nacional, cor, credo, ancestralidade, cidadania, estado civil, estatuto de veterano, serviço militar, deficiência, informação genética, identidade de género, expressão de género, estado transgénero, orientação sexual, ou qualquer outra característica pessoal protegida por lei ou delineada pela política de Ipas.

Ipas is strongly committed to providing a work environment that is free from all forms of harassment, discrimination, and inequity. We recruit, employ, train, promote, and compensate our personnel without regard to race, age, sex, religion, national origin, color, creed, ancestry, citizenship, caste, ethnicity, regional identity, tribal identity, marital status, veteran status, disability, genetic information, gender identity, transgender status, sexual orientation, or any other personal characteristic protected by law or outlined by Ipas policy. Ipas acknowledges that these personal characteristics may differ in different contexts.

FAÇA PARTE DO
NOSSO GRUPO DO WHATSAPP

Vagas Mais Procuradas

VdE | (10) Oficiais Distritais de Mudança Social e de Comportamento | N´wet

VdE | Recepcionista Administrativo | Organização Comunitária para Saúde e Desenvolvimento

VdE | (3) Supervisores de Campo | N´weti

VdE | Motorista | CARE Internacional

VdE | Assistente de Servico ao Cliente | ABSA

VdE | Oficiais de Crédito Estagiários | Futuro MCB, S.A

VdE | 10 vagas para Brigadistas/ operários | Conselho Municipal de Maputo

VdE | Administrativo e Gestor de Escritório | Direccione Consultants

VdE | Assistente de Gestor de Recursos Humanos | Conformática Sociedade Limitada

VdE | Oficial de Procurement | Associação ActionAid Moçambique (AAMoz)