VdE | Assistentes Distritais | Associação ActionAid Moçambique (AAMoz)

 


A Associação ActionAid Moçambique (AAMoz) pretende recrutar para o seu quadro de pessoal Assistentes Distritais do Projecto EU SOU CAPAZ para Zambézia (Cidade de Quelimane, Gurúe, Ile, Inhassunge, Macanja da Costa, Milange, Mopeia, Nicoadala, Mucumbela, Mulumbo e Mulevala) e Sofala (Beira, Búzi, Caia, Chiringoma, Chibabava, Maringue, Marromeu e Nhamatanda.

Descrição

  • Consórcio liderado pela Plan International, Action Aid e Jossoal, esta a implementar o projecto EU SOU CAPAZ em 50 Distritos das províncias de Cabo Delgado (Plan International & Action Aid, Nampula (Plan International) Zambézia (Action Aid) Sofala ( Action Aid & Plan International) Manica ( JOSSOAL) Maputo Cidade e Província ( ACTION Aid);
  • O Projecto “EU SOU CAPAZ” pretende proporcionar melhores oportunidades de educação e acesso a serviços para raparigas, adolescentes e mulheres jovens. As acções serão viradas a (i) apoiar directamente o empoderamento das raparigas adolescentes fora da escola, proporcionando-lhes competências de vida, orientação, informação e referência para serviços de saúde sexual e reprodutiva (SSR), violência baseada no género (VBG) e educação formal (componente ESPAÇOS SEGUROS); e (ii) reduzir o custo directo da educação para as raparigas vulneráveis, através de intervenções ao nível escolar (componente RETENÇÃO DA RAPARIGA NA ESCOLA).

Responsabilidades

  • Representar o consórcio a nível Distrital diante das entidades governamentais e parceiros;
  • Realizar a Implementação directa do portfólio diversificado do projecto EU SOU CAPAZ;
  • Compreender e implementar a estratégia do projecto, garantindo a gestão e implementação efectiva do projecto ao nível dos postos administrativos apoiados;
  • Promover advocacia em prol da aceitabilidade de criação de ESPACO SEGURO na comunidade e abordagens do Projecto para RETENÇÃO DA RAPARIGA NA ESCOLA;
  • Assegurar a Implementação dos planos mensais do programa EU SOU CAPAZ nas duas componentes (ESPACO SEGURO E RETENCAO DA RAPARIGA NA ESCOLA) com elevados padrões de qualidade;
  • Implementar os planos de trabalho de mobilização da comunidade distrital levando em consideração a cultura e as práticas locais;
  • Garantir a participação activa dos Facilitadores e Mentoras comunitários, parceiros temáticos, líderes comunitários e tradicionais, autoridades administrativas locais com objectivo de empoderar as raparigas adolescentes fora da escola, proporcionando-lhes habilidades de vida essenciais, informações sobre SSR e VBG e mecanismos de referências locais;
  • Planificar e realizar supervisão técnica através de realização de visitas regulares ao pessoal do projecto a nível dos postos administrativos/localidades (Facilitadores e Mentores) dentro da organização e estimular o seu talento e bom desempenho;
  • Garantir o cumprimento das metas da equipa de Facilitador e Mentoras Comunitárias através do acompanhamento e mentoria na planificação e realização das actividades com os grupos beneficiários do projecto;
  • Assegurar/supervisionar/apoiar os Facilitadores Comunitários e as Mentoras Comunitárias na sua planificação mensal e semanal das actividades visando alcançar as metas e prazos concordados com o Gestor Provincial;
  • Assegurar a entrega de serviço de qualidade às raparigas beneficiárias, Escola de Parceiros e Lideres das comunidades nos locais de impacto do projecto;
  • Assegurar que sejam alocados meios materiais e financeiros necessários aos Facilitadores e Mentoras para o seu funcionamento nos Espaços Seguros e nas Comunidades durante as sessões de Mobilização Comunitária;
  • Articular com o Gestor Provincial sobre o fornecimento de materiais e recursos necessários à equipa em todos os locais para a implementação atempada e de qualidade das actividades;
  • Solicitar e rever os planos individuais dos facilitadores e Mentoras do projecto ao nível do distrito de sua responsabilidade e garantir a sua materialização;
  • Participar activamente e ou mesmo como co-facilitador nos treinamentos dos Facilitadores e Mentoras comunitários;
  • Actualizar regularmente ao Coordenador Provincial sobre registros e operações do projeto relacionadas ao banco de dados e atualizações dos beneficiários;
  • Reportar mensalmente todas actividades do projecto segundo as políticas do consórcio;
  • Trabalhar em estreita colaboração com o Coordenador Provincial e a equipa do MEAL na coleta de dados, monitoria e feedback da implementação do programa e dos relatórios periódicos do programa;
  • Como coordenador distrital, o incumbente é também responsável pela ligação com as autoridades e
    parceiros governamentais ao nível do distrito nos seguintes aspectos:
    • Coordenar com os parceiros governamentais do projecto a nível do distrito (SDSMAS, SDEJT …) e garantir o apoio destes na realização das actividades de projecto;
    • Interagir com os chefes dos postos administrativos, chefes das localidades e lideres comunitários e assegurar a participação activa e efectiva destes na vida do projecto em curso nas suas comunidades.

Requisitos

  • Nível Universitário, Técnicos Profissionais em Educação, Saúde, Desenvolvimento Comunitário ou outras áreas relacionadas, combinado com experiência profissional relevante;
  • Possuir excelente capacidades de comunicação, trabalho em equipa, e competências interpessoais;
  • Ter pelo menos dois (2) anos de experiência profissional relevante na implementação de projectos de empoderamento de raparigas e salvaguarda;
  • Ter experiência em mobilização comunitária, advocacia as famílias e líderes comunitários sobre o empoderamento da rapariga e retenção na escola;
  • Ter capacidade de adaptabilidade, resiliência e capacidade de trabalhar sob pressão e cumprir prazos;
  • Possuir atitude positiva e entusiasta em relação à avaliação de rotina do desempenho do projecto;
  • Ter paixão pela melhoria do empoderamento da rapariga para decidir sobre a sua educação, Saúde sexual e reprodutiva, redução de casamentos prematuros, discriminação e violência baseada no género;
  • Possuir disponibilidade de viajar 40% do tempo para os campos de implementação do projecto;
  • Possuir habilidades no uso de pacotes informáticos nos ambientes MS Word, Excel e PowerPoint; Teams;
  • Possuir fortes habilidades de comunicação oral e escrita nas línguas Portuguesa;
  • Possuir experiência em monitoria e avaliação de projecto, garantia de qualidade técnica e elaboração de relatórios de qualidade;
  • Falar a língua local do local para o qual concorre será uma vantagem.

Exigências

  • Curriculum Vitae;
  • Certificado de Habilitações;
  • Carta de Motivação.
  • Cópias do BI.

Sobre a Empresa

A Associação ActionAid Moçambique (AAMoz), uma Organização Nacional não Governamental anti-pobreza, que trabalha em Moçambique desde 1988, aliando-se às pessoas que vivem em situação de pobreza e exclusão.

Processo de Candidatura

Endereço: Rua Coronel Aurélio Benete Manave, 208, CP 2608 – Maputo

Email: RHVagas.Mocambique@actionaid.org

Validade: 12/05/2022

Locais: Zambézia e Sofala



FAÇA PARTE DO
NOSSO GRUPO DO WHATSAPP

CLIQUE AQUI PARA SE CANDIDATAR

Vagas Mais Procuradas

VdE - Faça Parte do Nosso Grupo de Vagas no WhatsApp

VdE | Entrevistadores De Campo Pessoal | Intercampus

VdE | 25 vagas para AGENTES DE CAMPO | Marka global

VdE | DEGITADOR DE DADOS | Marka global

VdE | assistente de loja busines | CONTACT

VdE | 3- SUPERVISOR ( GESTOR) DE CAMPO | MARKA GLOBAL

VdE | Mais de 33 Vagas publicadas (14 /05 /2022)

VdE | (8) Vendedores de Seguros | EMPRESA MOÇAMBICANA DE SEGUROS, S.A.

VdE | fiel de armazém | CONTACT